Estudo de Avaliação do Setor Sem Fins Lucrativos em Portugal

Conhecer a realidade das Fundações e das instituições sem fins lucrativos em Portugal, um contexto complexo e algo desconhecido em que ela própria se inseria, era algo que interessava à Fundação Ilídio Pinho. O que vinha sendo reportado em diversos países europeus e em especial nos EUA, país no qual as instituições sem fins lucrativos (as denominadas Not For Profit Organisations) tinham um relevantíssimo papel na sociedade e na economia, tornava gritante a falta de informação quantitativa e qualitativa sobre essa realidade em Portugal.

Assim, em parceria com a Fundação Luso-Americana e a Fundação Calouste Gulbenkian, a Fundação apoiou um Estudo de Avaliação do Setor Sem Fins Lucrativos em Portugal. Esse estudo foi levado a cabo por uma equipa da Universidade Católica e decorreu sob a responsabilidade de um centro de investigação de renome mundial na área, coordenado pelo Prof. Lester Salamon da Universidade Johns Hopkins, EUA, tendo daí resultado numa publicação inédita sobre a realidade portuguesa. No total, a iniciativa durou cerca de três anos, desde 2002, com o estabelecimento dos termos de referência do estudo, até 2005, com a publicação em livro dos respetivos resultados.